O primeiro edifício brasileiro climatizado com energia do solo!

A tecnologia de captar energia geotérmica superficial será implantada em São Paulo, ajudando a climatizar o edifício através do subsolo.

Antes de tudo, sabemos que nos dias atuais a geração de energia está extremamente em pauta, tanto por fatores ambientais na busca de alternativas mais sustentáveis, como pela busca de soluções para problemas de crises hídricas, principalmente no Brasil.

Portanto, temos o primeiro edifício do Brasil aplicando a forma de geração energia geotérmica do subsolo por meio das fundações, sendo aplicada no país. Vamos entender um pouco?

energia

Fonte: abms

Sobre o projeto

Primeiramente, esse projeto sairá do papel na cidade de São Paulo e foi desenvolvido pela equipe da professora Cristina de Hollanda Cavalcanti Tsuha, na Escola de Engenharia de São Carlos (USP) em conjunto com a Escola Politécnica (USP).

A princípio, serão colocadas tubulações dentro de elementos de fundações para obter energia do subsolo e aplica-la em setores do prédio.

A ideia é usar tubos de polietileno por dentro das fundações enterradas no terreno e, por eles, circular um fluido (normalmente água) para trocar calor com o subsolo, que tem temperatura constante, usada para aquecer ou resfriar ambientes com auxílio de uma bomba de calor, explica Cristina de Hollanda Cavalcanti Tsuha

Vale lembrar que esse será o primeiro edifício a usar esse tipo de sistema no Brasil e promete que através dessa energia gerada, irá possibilitar que o local tenha necessite de menos esforço para ser climatizado, devido a energia gerada.

fundações

Fonte: G1

Entenda um pouco do sistema

De acordo com os pesquisadores, fundações por estacas propiciam que haja um aproveitamento da temperatura natural do solo, podendo ser utilizado para climatizar ambientes nas superfícies. Segundo estudos realizados, a temperatura do terreno localizado em São Paulo, chega a aproximadamente 24 graus nos seus 20 metros.

Assim, ao fazer um bombeamento de água dentro dessas fundações por uma bomba de calor geotérmica, o calor é absorvido e liberado.

Essa bomba remove o calor de ambientes no verão e dispersa no solo, e no inverno transfere o calor do solo para os ambientes para aquecimento, explica a professora.

energia

Funcionamento do Sistema. Fonte: inovacaotecnologica

Tecnologia pelo mundo

Primeiramente, esse tipo de tecnologia já é bastante usada em vários países, para resfriar ou aquecer edifícios. Normalmente, são utilizadas a profundidades de até 200 metros e começou a ser implantada nos anos 80 na Europa.

De acordo com Cristina, existem inúmeras possibilidades para o uso dessa energia, inclusive o sistema pode ser implantado em construções já existentes. O objetivo da equipe é que com a implantação dessa tecnologia, o consumo de energia elétrica em diversos edifícios reduza o consumo de energia para sistemas de climatização.

Quer saber sobre mais curiosidades da Engenharia? Você pode clicar aqui e ter acesso aos meus outros artigos. Além disso, você consegue me encontra nas redes sociais: Instagram | Linkedin

Isabela Guedes

Engenheira Civil, especialista em Geotecnia e MBA em Gestão de Obras na Construção Civil. Desde o início da graduação trabalhei em diversas áreas da Engenharia, o que me trouxe uma vasta experiência de sete anos no mercado. Moro atualmente no interior do estado do Rio de Janeiro, possuo 28 anos e sou apaixonada por novos desafios, tecnologia e inovação, séries e games. Produzo conteúdo nas minhas redes sociais com muito humor e de forma acessível para quem não é da área, misturando minhas duas paixões Engenharia Civil e Cultura Pop. Tenho como grande objetivo trazer mais visibilidade para as mulheres na construção civil. Instagram: @isabelaeng

Este informação foi útil para você?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest