Gestão de obra online: você sabe por onde começar?

Com a chegada da pandemia de Covid-19 a mudança na forma de trabalho pegou muitas empresas de surpresa, e atividades que pareciam impossíveis se provaram viáveis. Para o setor da construção civil, ao menos para boa parte das empresas, a gestão de obra online foi uma dessas novidades.

Ainda há quem ache impossível tocar uma obra sem a presença física de um gestor no dia a dia do canteiro, mas essa ideia tem dado espaço a novos métodos de gestão. Por outro lado, também não adianta aderir a um método de trabalho só por que está ficando popular.

Então, neste artigo eu vou te mostrar o que você precisa saber sobre gestão de obra online e por onde começar sua jornada nessa nova forma de tocar seus empreendimentos.

É possível fazer gestão de obra online sem perder a qualidade?

A resposta rápida e direta a essa pergunta é sim. Primeiro, vale deixar claro que a gestão de obra online não é fruto apenas da pandemia, que serviu apenas como um acelerador da tendência que já estava chegando em muitas empresas.

O grande desafio ainda é a falta de uma estrutura de gestão adequada nas empresas, mesmo com processos físicos. Ou seja, a maioria das empresas ainda não tem nem uma gestão presencial bem organizada, com processos que funcionam de forma suave.

Diante disso, os gestores sempre passam dificuldades e trabalham com uma gestão de “apagar incêndios”. Então, quando eles encaram a ideia de fazer tudo isso de forma remota, parece uma missão ainda mais complexa.

Mas existe uma maneira simples de evitar essa impressão errada e iniciar sua jornada de gestão remota de obras: você só precisa da direção certa e de um plano de ação claro.

O que você precisa saber sobre gestão de obra online

Agora eu vou te mostrar a direção correta que você precisa seguir, e isso começa com as informações certas sobre o assunto. Afinal, como ainda se trata de uma novidade para boa parte do mercado, existe muita informação errada sobre o assunto.

De forma simples, alguns dos conceitos que você precisa entender são:

1. A gestão não precisa ser 100% online

Um dos receios que podem surgir é a ideia de não contar com nenhum tipo de presença física na gestão das obras. Mas não é assim que funciona.

gestão online não elimina o presencial

Pense comigo:

Hoje em dia, mesmo que você faça sua gestão de obras de forma presencial, já usa ferramentas online, como por exemplo, ao trocar emails e mensagens pelo WhatsApp. Da mesma forma, a sua gestão pode ser online a maior parte do tempo, mas isso não proíbe nem anula a importância de certas atividades presenciais.

Aliás, existem ferramentas como espaços de coworking e escritórios virtuais, que são úteis para reuniões com clientes e outras tarefas pontuais. Além disso, as próprias visitas ao canteiro em momentos estratégicos podem ser essenciais para o sucesso das obras.

2. A gestão de obra online exige treinamento constante

Alguns gestores são atraídos pela ideia de fazer a gestão online porque ela parece dar menos trabalho. Mas isso só é verdade quando cada um sabe bem seu papel e consegue se adaptar ao novo formato de trabalho, o que exige treinamento e paciência.

Ou seja:

Para uma construtora ou incorporadora que não quer investir em treinamento ou que não tem processos organizados, a gestão de obra online se torna um problema, não solução. Por outro lado, quem valoriza esses pontos tem muito a ganhar com a nova forma de gerenciar obras.

4 dicas práticas para começar a implantar seu processo de gestão de obra online

Agora eu vou te mostrar 4 dicas práticas para que você saiba exatamente o que fazer para implantar seu processo de gestão de obra online na sua construtora ou incorporadora. Não importa o tamanho da sua empresa, se estruturar esses 4 pilares a seguir, será mais fácil se manter firme na gestão remota:

1. Organize seus processos básicos

Como já expliquei, a falta de organização básica é o grande problema para quem pensa que a gestão remota não vale a pena. Então, organize seus processos básicos de gestão e produção.

Se fizer isso, vai ser muito mais fácil aplicar a nova forma de gestão de forma que todos entendam, apoiem e que tragam os melhores resultados para a sua operação diária. Por outro lado, sem a organização básica, todas as falhas de comunicação e os gargalos de planejamento e produção vão ficar mais evidentes ainda.

2. Exercite a colaboração e a autonomia entre os colaboradores

Outro ponto essencial é exercitar, dia após dia, a colaboração e a autonomia entre os colaboradores. Afinal, isso fica ainda mais importante em um ambiente remoto, onde ninguém se vê a todo momento e as prioridades de cada um podem ser diferentes no decorrer do dia.

colaboração e autonomia são essenciais para gestão online

Mas como fazer isso?

Primeiro, a comunicação diária com a equipe precisa ser clara e direta. Além disso, microgerenciar cada detalhe do trabalho dos colaboradores cria um ambiente de competição e insegurança.

Por outro lado, detalhar metas e dar direções claras de como alcançá-las é suficiente para que os colaboradores entreguem o que se espera deles, e até mais.

3. Adote uma plataforma de gestão

O papel da plataforma de gestão é estratégico dentro da gestão de obra online. Por um lado, a plataforma não vai salvar uma construtora ou incorporadora desorganizada e sem processos. Mas se você tiver cumprido os dois passos anteriores, a plataforma de gestão especializada na construção civil vai dar um salto gigante de qualidade na sua gestão.

Você vai conseguir otimizar muitos processos, eliminar tarefas manuais e muitas atividades que exigem a presença de um profissional no canteiro o tempo todo. Além disso, a comunicação entre os setores vai ser mais ágil e transparente, por conta do acesso centralizado às informações da plataforma.

4. Crie um plano de gestão de longo prazo

Por último, mas não menos importante: você precisa fazer gestão com foco no longo prazo, e isso se aplica também aos seus objetivos quanto à gestão online. O processo não vai ser completo da noite para o dia, e você precisará ajustar muita coisa ao longo do caminho.

Mas, desde que tenha a visão de longo prazo e consciência de cada etapa da jornada, será mais fácil manter o foco e não se distrair com coisas menos importantes. Esse plano de longo prazo deve levar em conta vários fatores, como:

  • tempo de escolha e adaptação à plataforma de gestão;
  • treinamento dos colaboradores;
  • adoção total dos colaboradores aos novos métodos e ferramentas;
  • novas necessidades do negócio;
  • e muito mais.

Por fim, dentro desse plano de longo prazo está a necessidade de avaliar os resultados das suas ações e otimizar os processos com base neles. Jamais ignore o valor de medir seu progresso e corrigir o curso de forma pontual.

Agora você tem tudo o que precisa para iniciar sua jornada na gestão de obra online:

Uma direção clara a seguir, as prioridades certas que deve seguir, formas fáceis de medir seu progresso e um plano de ação de longo prazo. Com a ajuda de uma plataforma integrada de gestão e processos bem definidos, você terá tudo para alcançar o máximo sucesso com a gestão remota dos seus canteiros.

Quer saber mais sobre como otimizar os processos da sua construtora ou incorporadora? Veja agora algumas das principais tendências do mercado para te ajudar com isso!

Este informação foi útil para você?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest