A importância dos indicadores na Gestão de Obras

Um bom planejamento e controle de produção de obras, em consonância com uma Gestão de Alta Performance dependem de bons indicadores de desempenho. Mas, qual a importância desses indicadores e como aplica-los na construção civil?

Inicialmente, precisamos entender que estamos lidando com uma indústria, como qualquer outra. No entanto, a particularidade encontrada na construção civil, é o fato de que a todo tempo estamos lidando com pessoas. Afinal, por mais que a tecnologia esteja cada vez mais presente nesse segmento, a mão de obra ainda é, predominantemente, manual.

Pintura, assentamento de piso, detalhes de acabamento: todas essas atividades são feitas por pessoas. Sendo assim, a empresa da construção civil e o gestor de obras, devem estar cientes de que isso traz uma variabilidade dentro do processo de gestão. Afinal, pessoas não são máquinas, logo, vão existir imprevistos, restrições e elementos fora do planejado que devem ser gerenciados da melhor forma possível. Para entender como aplicar esses indicadores, aqui vão algumas informações:

indicadores na Gestão de Obras

1) A diferença entre a gestão de obras e a gestão de empresa e a importância dos Indicadores

Uma empresa como uma construtora ou incorporadora, por exemplo, precisam se preocupar com as suas áreas de negócio. Logo, o marketing, a contabilidade, a parte negocial, são setores que devem estar em constante evolução para uma boa gestão da empresa. Por outro lado, a gestão de obras é uma das áreas específicas de negócio daquela empresa.

Logo, você precisa trazer o conceito de gestão de obras com base em dados, em números, ou seja, em indicadores. Afinal, não podemos delegar a sorte o resultado gerencial da atividade da sua empresa. Sem previsibilidade e sem controle, você pode estar em uma grande enrascada. Por exemplo: você pode precisar de um fluxo de caixa “X”, se você não sabe o cronograma de desembolso, o comportamento da sua obra, você pode ter um problema. Então, saber a diferença entre gestão de obras e gestão de empresas é importante para que você possa os indicadores a seu favor, em ambas as situações.

2) A importância da descentralização planejada

O gestor de obra precisa ter controle das atividades que estão sendo desenvolvidas, analisando a qualidade e a performance. Por ser uma pessoa só, nem sempre isso é possível. Sendo assim, é importante a descentralização planejada e estruturada com o colaborador, através de treinamento, responsabilização, detalhamento da atividade, alinhamento dos objetivos, escolha de líderes e rotinas operacionais que devem ser adotadas no controle da atividade. Mas o que isso tem a ver com os indicadores?

É através dessa descentralização de pessoas, que é possível obter um maior controle sobre as diversas atividades que estão ocorrendo no canteiro de obras. E, para saber qual a melhor forma de fazer essa descentralização e se ela está funcionando, você vai precisar de indicadores, que vão ser verdadeiros termômetros responsáveis por dizer como está a gestão da sua obra e consequentemente, da sua empresa.

3) O desenvolvimento do desempenho de Alta Performance com base nos indicadores

Os indicadores são fundamentais para o desenvolvimento do desempenho, ou seja o resultado mensurável, bem como, para monitorar e promover melhorias, potencializando cada colaborador.

Para atingir o desempenho, as metas devem ser alcançadas e significativas para a entrega do produto final. Para isso, deve-se estabelecer as metas coerentes com o planejamento e o cronograma, mapeando o seu processo para eliminar restrições e potencializar o controle dos resultados.

Para controlar o desempenho é necessário estabelecer os seus indicadores, os quais devem ser estabelecidos baseados no domínio do projeto, da obra e da equipe, suas forças e fraquezas para uma elaboração com qualidade, pois é fundamental desenvolver indicadores estratégicos que trarão o potencial de decisão para o gestor e seu controle.

4) Indicadores aplicáveis com base nos 4 pilares de Gestão de Obras

Os 4 pilares da gestão de obras: prazo, custo, qualidade e segurança são extremamente importantes no desenvolvimento do planejamento e controle de produção para atingir o objetivo final da sua Obra, e para estabelecer os seus indicadores não é diferente.

indicadores na gestão de obras 2

Os indicadores de prazo, por exemplo, são capazes de medir o avanço físico da obra, seu percentual de planos cumpridos (PPC), responsável por avaliar o cumprimento das metas de curto prazo, servindo não só para monitorar a execução do projeto, etapa a etapa, mas, também, para ajustar expectativas.

Nos indicadores de custo, tem-se as unidades acompanhamento de custo, onde você analisa o valor agregado. Outro indicador é o índice de desvio de custo, que pode te ajudar a mensurar a sua performance financeira e econômica, dentro do projeto.

A qualidade, pode ser medida através do preenchimento das fichas de verificação de serviço. Outro índice é o da satisfação do cliente. A padronização dos processos e garantia da execução dos serviços em conformidade com as melhores práticas da atividade são fundamentais para medir e qualificar as ações executadas pelo seu time, medindo, dessa forma, a sua evolução através de indicadores.

E no quesito segurança, também é possível fazer essa análise através de indicadores, como por exemplo, a realização de treinamentos específicos para garantir a conformidade e adequação às normas de segurança, o controle na taxa de acidentes, o uso de equipamento de proteção individual (EPI) e coletivo (EPC). Logo, é possível mensurar o controle de segurança também através de indicadores.

Sendo assim, se você utilizar indicadores na sua rotina operacional, utilizando-se também da descentralização planejada, isso garante o seu controle de ação, ou seja, vai ser possível realizar o monitoramento da obra, buscando gerencia-la da melhor forma.

Conclusão

Resumindo, quais os benefícios dos indicadores de forma prática? Tomada de decisão mais rápida e eficaz, maior facilidade no treinamento da equipe, afinal, através dos indicadores, você vai saber exatamente quais os pontos precisam ser abordados, diálogo mais direcionado, aumentando, dessa forma, o volume de obras executadas, gerenciadas e monitoradas e o principal: você vai garantir uma gestão de alta performance.

Gostou do conteúdo? Acesse também o nosso vídeo Como implementar indicadores na construção civil? e dê uma olhada na nossa Planilha de Indicadores de Produtividade na Construção Civil Gratuita

Leia mais!

Gestão de Alta Performance na construção civil: por onde começar?

Gestão de obra online: você sabe por onde começar?

Produtividade na construção: como fazer uma gestão de obras mais eficiente

Este informação foi útil para você?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest