Histórico das Jornadas

|  HISTÓRICO |  CRONOLOGIA | XXXV JORNADAS

As Jornadas Sul-Americanas de Engenharia Estrutural iniciaram em 1950, na Faculdade de Engenharia e Agrimensura de Montevidéu, através do empenho dos engenheiros Júlio Ricaldoni, do Uruguai e Francisco Garcia Olano, da Argentina.  Esta primeira reunião, cujo nome foi “Jornadas Rio Platenses de Estática Experimental”, reuniu pesquisadores e especialistas do Uruguai e da Argentina.

No ano de 1951 realizaram-se as “Jornadas Sul-Americanas de Estática Experimental”, na cidade de Buenos Aires, onde além do Uruguai e da Argentina, também participou o Brasil.  Nesta reunião foi decidido ampliar o campo inicial (experimental), incluindo todos os setores da Engenharia Estrutural.

Desta forma, a partir da terceira reunião, realizada em Porto Alegre em 1952, foi adotado o nome de “Jornadas Sul-Americanas de Engenharia Estrutural”, ocasião em que foi aprovado o primeiro regulamento das Jornadas.

Nos anos seguintes sucederam-se várias edições, conforme  a cronologia das Jornadas, sendo que em 1983, na cidade de Santiago do Chile, houve nova mudança no nome do evento.  Tendo em vista que naquela época surgiram outros congressos sobre o mesmo tema ou sobre áreas conexas, foi realizada uma reunião destes eventos para evitar dispersão de esforços e uma conseqüente perda de eficiência e qualidade destes Congressos.  Assim, foram reunidos o VII Simpósio Pan-Americano de Estruturas, a XII Reunião do Grupo Latino-Americano da RILEM (GLARILEM), o IV Congresso Latino-Americano sobre Métodos Computacionais para Engenharia e a XXII Jornadas Sul-Americanas de Engenharia Estrutural, sob o nome de COLLOQUIA 83.

A idéia teve uma aceitação geral,  tendo sido adotado o nome das edições de Buenos Aires, em 1985 e em Porto Alegre, em 1987.

Devido a interrupção da seqüência dos eventos, ocorrida no ano de 1989, pela desistência inesperada da Comissão Organizadora do Chile, foi novamente organizada em Porto Alegre, no ano de 1991, as XXV Jornadas Sul-Americanas de Engenharia Estrutural.

Neste evento julgou-se necessário proceder a institucionalização do congresso através da constituição de uma Associação, a qual, ficaria encarregada de promover as Jornadas, evitando assim a sua interrupção.

Por este motivo, no dia 15 de novembro de 1991, foi fundada em Porto Alegre, a Associação Sul-Americana de Engenharia Estrutural – ASAEE.

Na XXV edição das Jornadas, resolveu-se ampliar mais ainda as áreas de interesse, incluindo como tema de discussão a Patologia das Construções.  Foi decidido, também, que a partir das Jornadas de 1991, o nome do evento fosse novamente mudado para Jornadas Sul-Americanas de Engenharia Estrutural.

As Jornadas tem se caracterizado pela crescente integração que ela promove entre os países da América do Sul, principalmente os do Cone Sul, constituindo-se em um fórum para a troca de conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas de Engenharia Estrutural, Tecnologia dos Materiais e Patologia das Edificações.  Além disso as Jornadas têm propiciado o reencontro de amigos e companheiros de outras edições do evento, fortalecendo os laços de amizade entre os mesmos.

As Jornadas tem sido prestigiadas, também, por profissionais oriundos de Portugal e Espanha.

A qualidade das Jornadas é garantida, em cada edição, pelos Comitês Científicos que fazem uma seleção rigorosa dos trabalhos apresentados oralmente e publicados nos Anais.  Estes, seguem uma padronização definida de apresentação e qualidade do material gráfico empregado.

No ano 2000, na XXIX edição das Jornadas,  comemorou-se os 50 anos de tradição deste importante evento para a América do Sul.

Aquele encontro, que levou o nome de “Jubileo Prof. Júlio Ricaldoni”,  foi realizado no período de 13 a 17 de novembro de 2000 na cidade de Punta del Este, no Uruguai. A denominação do evento surgiu, em caráter especial, em homenagem a um dos seus fundadores, o prof. Júlio Ricaldoni, que tanto colaborou para o crescimento das Jornadas.

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline